La actualidad del pensamiento de Henry Evelyn Bliss y la organización del conocimiento multidimensional

Autores/as

  • Rosana Portugal Tavares de Moraes Profesora del Departamento del Ciencia de la Información de la Universidade Federal Fluminense https://orcid.org/0000-0001-7003-9259
  • Maria Luiza de Almeida Campos Profesora del Programa de Posgrado en Ciencia de la Información de la Universidade Federal Fluminense (UFF) y de la Universidade Federal da Bahia (UFBA) https://orcid.org/0000-0002-9253-3706

DOI:

https://doi.org/10.54886/scire.v26i2.4715

Palabras clave:

Henry Evelyn Bliss, Organización del conocimiento, Principios, Interdisciplinariedad, Internet

Resumen

Ambientes multidimensionales congregan recursos informacionales de soportes, formatos y naturalezas diferenciadas, poseen amplia cobertura temática y un diversificado público usuario. El tratamiento informacional en esos ambientes es desafiador, sobre todo en lo que se refiere a la elaboración de estructuras conceptuales. Este artículo trató de demostrar cómo la teoría desarrollada por Bliss, en la primera mitad del siglo pasado, para apoyar la construcción de su esquema de clasificación – Bibliographic Classification – puede ser considerada actual, por haber trabajado en ella en los principios apreciados al modelo conceptual de dominios multidimensionales. Fueron abordados algunos puntos discutidos en la literatura contemporánea, que favorecen la representación del conocimiento multidimensional, como: el principio de la división; las relaciones; el abordaje sintético (facetada) y la claridad terminológica; que, en cierta forma, ya habían sido prenunciados por Bliss (1929, 1933). Se concluye que, con respecto a los puntos discutidos, los principios presentados por Bliss pueden ser considerados actuales por la adhesión a aspectos relevantes de representación del conocimiento multidimensional.

Biografía del autor/a

Rosana Portugal Tavares de Moraes, Profesora del Departamento del Ciencia de la Información de la Universidade Federal Fluminense

Professora do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense. Doutorado em Ciência da Informação (UFF-RJ, 2018) com estágio docência em Representação da Informação e do Conhecimento (UFF-RJ), Mestre em Ciência da Informação (UFF-RJ, 2014), Especialista em Gestão Estratégica, Inovação e Conhecimento (ESAB-2011) e Bacharel em Biblioteconomia e Documentação (UFF-RJ, 2007). Foi bolsista de doutorado pela Capes, realiza pesquisas abrangendo os seguintes temas: Ciência da Informação, Organização e Representação da Informação e do Conhecimento, Teoria da Classificação, Teoria da Classificação Facetada, Autores classificacionistas fundacionais da Organização do Conhecimento bibliográfico e Organização do Conhecimento Multi-Inter-Transdisciplinar. Faz parte do Grupo de Pesquisa "Estudos Ônticos e Ontológicos em Contextos Informacionais: representação, recuperação e métricas" na Universidade Federal Fluminense. 

Maria Luiza de Almeida Campos, Profesora del Programa de Posgrado en Ciencia de la Información de la Universidade Federal Fluminense (UFF) y de la Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Graduada em Biblioteconomia e Documentação. Doutora em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro em Informação Científica e Tecnológica - IBICT/UFRJ. No ano de 2008 obteve Pós-Doutorado no Laboratório de Biologia Molecular de Tripanosamatídeos e Flebotomídeos do Instituto Oswaldo Cruz – FIOCRUZ na área de Ontologias genômicas,e no ano de 2014 obteve seu segundo Pós Doutorado na USP no Programa de Pós-Doutorado do Departamento de Biblioteconomia e Documentação da USP na área de Teorias de Representação/Ontologia de Fundamentação.Professora Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense Desenvolve a pesquisa “Compartilhamento de dados em ambientes de pesquisa: a interoperabilidade semântica em ambientes heterogêneos", como bolsista em produtividade pelo CNPq. Líder do grupo de pesquisa EOOCI “Estudos Ônticos e Ontológicos em Contextos Informacionais: representação, recuperação e métricas”. Possui atividades de ensino e pesquisa na área de Organização e Recuperação da Informação, com especialidades nas seguintes temáticas: Teorias de Representação, Modelagem de Domínio, Construção de Tesauros e Taxonomias; Teoria da Classificação; Terminologia; Ontologia e Gestão de Conteúdos. Vêm atuando em diversas Instituições como consultora em atividades de elaboração de linguagens documentárias, taxonomias e de política de indexação.

Publicado

2020-12-07

Cómo citar

Moraes, R. P. T. de, & Campos, M. L. de A. (2020). La actualidad del pensamiento de Henry Evelyn Bliss y la organización del conocimiento multidimensional. Scire: Representación Y organización Del Conocimiento, 26(2), 59–68. https://doi.org/10.54886/scire.v26i2.4715

Número

Sección

Artículos